Arteterapia no cuidado com a saúde

A Arteterapaia é considerada pelo Ministério da Saúde uma Prática Integrativa e Complementar em Saúde. Consiste em uma abordagem metodológica que recorre a conjunto de técnicas, abordando o fenômeno da Arte no contexto terapêutico, em um processo onde as linguagens artísticas se tornam instrumento, para mediação e comunicação entre os conteúdos inconscientes e conscientes de uma pessoa. O processo arteterapêutico é desenvolvido por um profissional qualificado, que tenha pós-graduação em um curso de Arteterapia.
Esse campo de atuação profissional é bem amplo, podendo a (o) Arteterapeuta atuar na prevenção, na intervenção de algum problema identificado ou para prevenção de adoecimentos e agravamentos em quadro de sofrimento psíquico e emocional.
Nesse tipo de acompanhamento alguns aspectos muito relevantes são: o processo, o contato com materiais criativos /artísticos e a auto-expressão da pessoa atendida. Dessa maneira poderemos traçar um programa terapêutico específico para cada pessoa, de acordo com suas subjetividades, queixas e inclusive sugestões, tendo em vista, que o cuidado é um diálogo, uma via de mão dupla.
Muitos benefícios são apresentados na utilização da Arteterapia como prática complementar ao tratamento e cuidado com diversos padecimentos mentais e emocionais, podemos citar alguns:
• Melhora significativa na expressão e comunicação
• Autoconhecimento
• Alívio de sintomas ansiosos
• Desenvolvimento motor
• Redução de aspectos depressivos
Dentro das possíveis linguagens expressivas e técnicas artísticas utilizamos a pintura, desenho, colagem, autorretrato, o movimento, teatro, escrita terapêutica, em um contexto acolhedor, que convide a pessoa a usar essas ferramentas de uma maneira livre, proporcionando a experiência do ato criativo, sem julgamentos, onde podem ser externalizadas angústias ou outra sensação e emoção, que caso não seja gerenciada de forma saudável, pode trazer danos à saúde mental e física.

Isabel Viana, pós-graduada em Arteterapia e coordenadora do projeto Saúde Mental em Casa.