Uso de álcool e outras drogas na pandemia

Como todos sabem a pandemia de Coronavírus surgiu de forma inesperada, com aumento de casos rapidamente por todo o mundo. Foram adotadas medidas de distanciamento social e quarentena para tentar reduzir o contágio e diminuir as internações, evitando assim o colapso dos sistemas de saúde. Essas medidas provocam sentimentos diversos em todas as pessoas, levando algumas delas ao uso de álcool e outras drogas de forma abusiva.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) ressalta que o consumo excessivo de álcool pode causar danos à saúde física e mental, além de aumentar as chances de situações de violência no confinamento. Por isso, lançou orientações aos governos para diminuir a venda de bebidas, justificando que o uso de álcool baixa a imunidade e não combate o Coronavírus, diferente de informações falsas espalhadas em mídias caluniosas e redes sociais. No Brasil, essa restrição aconteceu através do fechamento temporário dos bares e restaurantes, porém as pessoas continuam bebendo em casa.
Quando o uso abusivo de substâncias como álcool e outras drogas passam a controlar a vida das pessoas, provocando grande sofrimento, se faz necessário buscar cuidados. Assim, é urgente apontar alguns cuidados importantes às pessoas que fazem uso de álcool e outras drogas, mesmo de forma recreativa, considerando que estamos em meio a uma das maiores pandemias dos últimos tempos:
• Fazer a higienização das mãos, das embalagens (latas, garrafas, pacotes, etc) e dos objetos utilizados para o consumo (copos, canudos, cachimbos, etc), com álcool 70% ou água corrente e sabão;
• Não compartilhar objetos utilizados para o consumo da substância, mesmo com as pessoas que já moram na mesma casa;
• Evitar o contato físico com outras pessoas, mantendo uma distância de pelo menos dois metros;
• Se precisar sair de casa para comprar bebidas ou outras substâncias lembrar de usar máscara, manter distância de pelo menos dois metros de outras pessoas e fazer a higienização pessoal e das compras ao retornar para casa;
• Procurar comer e beber água para reduzir os danos causados pelas substâncias no corpo.
Caso esteja em sofrimento ou mesmo sinta necessidade por motivações relacionadas ao uso de álcool ou outras drogas, procure os serviços de saúde ou serviços de apoio aos usuários de substâncias, bem como nossa equipe do projeto “Saúde Mental em Casa”.